Imprimir

Flamengo e Internacional entraram em campo na tarde do domingo passado no Estádio Beira Rio para disputar a partida válida pela vigésima primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O Internacional vinha de quatro rodadas sem vencer, o atacante uruguaio Forlan não tinha marcado pelo time colorado e Leandro Damião ainda não tinha marcado depois dos jogos olímpicos. Já o Flamengo vinha de um empate contra o Sport dentro de casa. 

A partida começou quente e logo no início a defesa do Flamengo já fazia um prenuncio do que viria durante o jogo, a zaga bateu cabeça, Felipe saiu atrasado até que Welington conseguiu cortar, foi o primeiro lance de perigo jogo. O Flamengo tentava chegar ao ataque e não conseguia, até que Vagner Love aproveitou uma bobeira do goleiro Muriel e o atacante rubro-negro fez 1 a 0 para o Flamengo. Parecia que o clube carioca iria conseguir os três pontos, até que em mais uma bobeada da zaga, Ramon tentou cortar a bola e jogou nos pés do atacante Forlan que fez o seu primeiro gol com a camisa do Inter. Ainda no primeiro tempo o Internacional conseguiu chegar à virada do placar. O Inter jogou bem melhor do que o Flamengo na primeira etapa. 

Internacional e Flamengo

No segundo tempo Dorival Junior colocou Botineli e o time começou a melhorar um pouco até que Forlan resolveu colocar água no chope rubro-negro, o atacante aproveitou um rebote e fez 3 a 1 para o Inter. O time do Flamengo jogava muito mal, o Inter fazia uma boa partida e Leandro Damião que não fazia um gol desde as Olimpíadas deixou a sua marca e fez o quarto gol do time colorado, virou goleada não é? Depois do jogo os próprios jogadores do Flamengo disseram que essa foi a pior partida do time na era Dorival Junior. 

Outros resulltados:

O Corinthians venceu o Atlético-MG por 1 a 0, foi uma partida polêmica e o árbitro carioca Péricles Bassols marcou falta no que seria o gol de empate do time mineiro, o galo continua na ponta da tabela, mas o Flu está empatado com o mesmos pontos do Atlético-MG.

O Botafogo venceu o Coritiba por 2 a 0 mesmo sem Seedorf. 

Por Diogo Pereira.