Imprimir

Primeiro jogo da final da Copa do Brasil. Duas grandes equipes do futebol brasileiro, Palmeiras e Coritiba, se enfrentaram na cidade de Barueri em São Paulo. O Coritiba pelo segundo ano seguido chega à decisão da Copa. O Palmeiras chega à decisão invicto, caso a conquista da competição se confirme o clube paulista pode ser a sexta equipe a conquistar essa façanha.

A torcida do Palmeiras fez uma grande festa no inicio de jogo mostrando toda a sua empolgação, pois há muito tempo o “verdão” não chega a uma final de competição nacional. O time não correspondia as expectativas do seu torcedor que lotava o estádio. O Coritiba começou melhor no jogo pressionando o Palmeiras e criando grandes oportunidades, logo no inicio do jogo  Everton Costa puxou um contra ataque e Bruno fez uma grande defesa, alias se não fosse o goleiro, o  Coritiba já podia estar ganhando.

O Palmeiras estava nervoso em campo, o Coritiba vendo isso continuou partindo pra cima. Aos poucos o torcedor voltou a apoiar até que aos 45 minutos em falta perigosa cobrada pelo Marcos Assumpção, o árbitro marca o pênalti de Jonas em Betinho, o meio campista Valdivia com tranqüilidade bateu no canto do goleiro que nem saiu na foto e fez Palmeiras 1 a 0, na comemoração o chileno comemorou imitando um pirata em homenagem ao jogador Barcus que fez uma cirurgia de apêndice hoje. O primeiro tempo termina com os jogadores do “coxa” questionando a arbitragem que segundo os boleiros, o árbitro deixou de marca um pênalti para o time paranaense. Mesmo o Palmeiras não jogando bem o time conseguiu sair na frente no primeiro tempo da decisão.

O segundo tempo da decisão começa morno, com as duas equipes indo pouco ao ataque. Com o jogo morno em campo a torcida do Palmeiras esquenta o clima nas arquibancadas. Aos 18 minutos Juninho do Palmeiras da um bom chute de fora da área e a bola bateu no peito do goleiro Vanderlei do Coritiba, com esse lance perigoso o torcedor voltou a apoiar e, mas uma vez em cobrança de falta, a bola bate nas costas do Lincon e Thiago Heleno desvia fazendo 2 a 0 para Palmeiras. O time do Coritiba que não voltou para o segundo tempo com a mesma pegada, sentiu o gol. Com a expulsão de Valdivia aos 25 minutos o Coritiba voltou a pressionar o Palmeiras, que se defendia bravamente.  

Com essa vitoria de 2 a 0, o Palmeiras abriu uma grande vantagem na decisão e pode perder por até um gol de diferença que fica com o título. Já a situação do Coritiba, é um pouco complicada, se vencer por dois gols a decisão vai para os pênaltis e se vencer por três gols ou mais leva o título no tempo normal. O segundo jogo acontece na quarta-feira, dia 11 de Julho, no estádio Couto Pereira em Curitiba. 

Por Diogo Pereira.