Imprimir

O Botafogo até que tentou e começou vencendo, mas no final o placar foi o mais justo. O Atlético venceu por 3 x 2 de virada com gol nos minutos finais. 

A torcida do Galo que lotou o bonito Estádio da Independência, não parou de cantar e apoiou o time do Atlético-MG durante os 90 minutos. O Botafogo que sofria pressão no início conseguiu um gol numa bola roubada no meio campo. Andrezinho lança Elkeson na direita que cruza, a zaga corta, mas a bola sobra nos pés novamente de Andrezinho que chuta de primeira e faz 1 x 0 para o Botafogo. Parecia que o time do Rio levaria a vitória para o intervalo, mas Ronaldinho da um passe espetacular para Jô em condição legal no meio da grande área, ele domina no peito e chuta, Jeferson, goleiro do Botafogo sai bem do gol e faz defesa difícil, mas no rebote, Escudeiro chuta de canhota e empata a partida. 

No segundo tempo o Atlético-MG marca seu segundo gol em falha na defesa do Botafogo. O time mineiro cobra falta do seu campo para dentro da área do time carioca, Ronaldinho recebe livre de marcação, vai a linha de fundo e toca para trás. Jô de primeira, chuta no alto e faz 2 x 1 para os mineiros. 

Mas aconteceu o que ninguém esperava, aos 35 minutos, Seedorf da excelente passe para Rafael Marques dentro da área, que domina no peito e Leonardo Silva o derruba. Penalti! Leonardo Silva que ainda teve a cara de pau de dizer que não foi, recebeu cartão amarelo na jogada. Andrezinho cobra do lado esquerdo do goleiro Vitor. Bola para um lado e goleiro para o outro e empata novamente a partida em 2 x 2. 

Ronaldinho e Seedorf

Fluminense e Vasco que torciam para o Botafogo tirar uns pontinhos do Atlético-MG perderam as esperanças aos 42 minutos. Neto Berola faz boa jogada pela direita, invade a área e na saída do goleiro Jeferson, toca por cima para fazer um bonito gol. Fim de jogo 3 x 2 para o Atlético-MG, campeão do primeiro turno, já que o Fluminense, segundo colocado não pode mais alcança-lo antes do fim do turno. 

Por Leonardo Calheiros.