Imprimir

O Fluminense foi até o estádio de Pituaçu para enfrentar o Bahia, vice-líder do returno, com um tabu a ser quebrado. Afinal, vencer o Bahia em seu estádio, não acontecia desde de 1995. Mas esse time do Fluminense que tem feito ótimo campeonato brasileiro, venceu mais uma vez. Agora o Flu tem 65 pontos e como o Atlético-MG perdeu para o Internacional no estádio Beira-Rio por 3 x 0, o Flu abriu nove pontos do time mineiro.

O jogo começou com o Bahia pressionando o tricolor carioca. Logo de início, Diego Cavalieri fez ótimas defesas. Jussandro perdeu ótima oportunidade dentro da área e ainda teve cobrança de falta de Gabriel no travessão. Com perigo, o Flu só chegou uma vez no gol do Bahia em lance que Fred escorou de cabeça para Wellington Nem que não consegue alcançar a bola. O primeiro tempo acabou e nem o Bahia e nem o Fluminense conseguiram marcar.

No segundo tempo, novamente o time bahiano voltou com tudo e colocou pressão. Em duas ótimas oportunidades, Diego Cavalieri salvou novamente o gol carioca. Em um lance que o Bahia reclamou muito, com razão, Lulinha foi lançado na frente, chuta e faz o gol, mas o bandeira já tinha assinalado impedimento. Lulinha estava na mesma linha da defesa carioca na hora do passe. Apesar disso parecia que o Bahia faria o primeiro gol a qualquer momento. Só parecia.

Em jogada individual, Bruno da chapéu no lateral esquerdo Bahiano, na sequência completou um drible da vaca sobre Tite e chutou forte entre as pernas do goleiro Marcelo Lomba. Flu 1 x 0.

Bahia e Fluminense - Foto: Divulgação

Após o gol, o time do técnico Abel Braga controlou o jogo e o Bahia que sentiu muito o gol, já não atacava da mesma maneira. Minutos depois veio o segundo gol tricolor: Cruzamento da esquerda, Fred tenta mas perde no alto para o zagueiro do Bahia que joga para o meio da área nos pés de Rafael Sobis que domina e bate de canhota no alto, sem chance para o goleiro Marcelo Lomba. Flu 2 x 0.

Depois disso, o Fluminense tocou a bola e esperou o tempo passar. Nos minutos finais da partida, a torcida do Fluminense que era grande no estádio gritou "olé" e acabou assim mesmo. Vitória do líder sobre o Bahia por 2 x 0.

Por Leonardo Calheiros.