Imprimir

Fluminense e Coritiba passaram a ter uma rivalidade a parte desde que jogaram na última rodada no campeonato brasileiro de 2009, jogo que salvou o Flu e rebaixou o Coxa Branca no ano do seu centenário. Rivalidades a parte, o jogo válido pelo brasileiro de 2012 foi bom e bastante movimentado. 

Os dois times jogaram tentando o gol, mas tinham características bem distintas. O Coritiba jogava sempre com muita velocidade e jogando quase sempre pelas pontas. Com jogadas verticais, levou perigo ao gol do Flu em diversas oportunidades. Mas em todas as bolas que foram no gol, tinha uma muralha para impedir o gol do Coxa, Diego Cavalieri mas uma vez fechou o gol do Flu. 

O Fluminense jogava de maneira mas cadenciada, principalmente por conta do seu maestro, Deco controlava as ações do meio campo do Flu. Se Deco estava bem, Thiago Neves continua sumido nesse time. No primeiro tempo o time carioca ainda reclamou de um gol anulado pelo árbitro quando Wellington Nem recebeu uma bola de dominou, na minha humilde opinião, no ombro. Mas entendo que mesmo com a camera lenta, fica difícil perceber ao certo onde bateu. Mas em outro lance que acho que a arbitragem pecou gravemente. Fred recebeu uma bola magistral de Deco em condição legal, Fred dominou a bola com carinho pronto para fuzilar o gol do Coritiba, mas a arbitragem viu impedimento na jogada. 

Fred e Rafael Bonfim

No fim do primeiro tempo, Coritiba cobra falta na segunda trave e de cabeça quase chega ao primeiro gol. Diego Cavalieri faz grande defesa, na sequência a bola bate na perna direita de Fred e vai em direção do gol. Fred se recupera e impede o que seria um gol contra. 

No segundo tempo, o jogo volta parecido, até que Deco e Wellington Nem se machucam. Nos lugares deles entram Wagner e Marcos Junior. Mas acho que a justa expulsão do lateral direito Ayrton do Coritiba fez a diferença em favor do Flu. Logo após a expulsão, o Flu achou espaço no lado direito. Fred cabeceia bem, Vanderlei faz a defesa parcial, no bate rebate, Marcos Junior chuta e Pereira desvia contra o gol do Coribita. Flu 1 x 0! 

O Coritiba sente o gol e dois minutos depois, Thiago Neves acha Wagner sozinho no lado esquerdo que domina e toca para Fred, sozinho, marcar o segundo e definir a partida. Veja o segundo gol

No fim, Thiago Neves recebe bola no lado esquerdo e marca o que seria o terceiro gol. Mas uma vez o bandeirinha deu impedimento em lance duvidoso. 

Fim da partida, o Flu quebrou um tabu de 24 anos que não conseguia vencer o Coritiba no Couto Pereira com vitória por 2 x 0 e se aproxima do Vasco que empatou com o Corinthians em 0 x 0. 

Por Leonardo Calheiros.