Imprimir

Em típico jogo de 6 pontos, Fluminense e Vasco são hoje segundo e terceiro colocados respectivamente e fizeram uma boa partida. O Vasco que teve o mando de campo, jogou de preto e o Fluminense de branco. Detalhe para uma faixa preta na camisa do Flu que está de luto pela morte do grande goleiro Félix que defendeu o Fluminense e Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 1970. 

Em um jogo de muita marcação e poucas chances de gol, o primeiro tempo, apesar de um gol do Fred anulado pelo Flu e um chute prensado do Alecsandro com o Gum para o Vasco, foi de muito respeito de ambos os times. 

No segundo tempo, os dois clubes aceleraram o ritmo e o jogo ficou muito melhor. Porém, mesmo com os erros de arbitragem, acho exagerada a reclamação dos torcedores e jogadores do Vasco. Principalmente porque o árbitro Marcelo de Lima Henrique, na minha humilde opinião, errou para os dois lados. Os jogadores do Vasco reclamaram principalmente de um penalti que Carlinhos tocou a mão na bola dentro da área e que para mim foi penalti.  E também reclamaram de um penalti do Leandro Euzébio agarrando o jogador do Vasco dentro da área e eu acho que não houve absolutamente nada nessa jogada. Lembrando que essa jogada foi consequência da linda jogada de Tenório que chegou a dar um chapéu no goleiro Diego Cavalieri e no momento de finalizar, tocou de cabeça e acertou o travessão. Mas Tenório estava em impedimento no lance anterior e o árbitro e bandeirinha nada deram. 

Rafael Sobis e Thiago Neves comemoram o gol do Flu

Leia mais:Em partida equilibrada, Fluminense venceu e abriu 7 pontos do Vasco
 
Imprimir

O Botafogo até que tentou e começou vencendo, mas no final o placar foi o mais justo. O Atlético venceu por 3 x 2 de virada com gol nos minutos finais. 

A torcida do Galo que lotou o bonito Estádio da Independência, não parou de cantar e apoiou o time do Atlético-MG durante os 90 minutos. O Botafogo que sofria pressão no início conseguiu um gol numa bola roubada no meio campo. Andrezinho lança Elkeson na direita que cruza, a zaga corta, mas a bola sobra nos pés novamente de Andrezinho que chuta de primeira e faz 1 x 0 para o Botafogo. Parecia que o time do Rio levaria a vitória para o intervalo, mas Ronaldinho da um passe espetacular para Jô em condição legal no meio da grande área, ele domina no peito e chuta, Jeferson, goleiro do Botafogo sai bem do gol e faz defesa difícil, mas no rebote, Escudeiro chuta de canhota e empata a partida. 

No segundo tempo o Atlético-MG marca seu segundo gol em falha na defesa do Botafogo. O time mineiro cobra falta do seu campo para dentro da área do time carioca, Ronaldinho recebe livre de marcação, vai a linha de fundo e toca para trás. Jô de primeira, chuta no alto e faz 2 x 1 para os mineiros. 

Mas aconteceu o que ninguém esperava, aos 35 minutos, Seedorf da excelente passe para Rafael Marques dentro da área, que domina no peito e Leonardo Silva o derruba. Penalti! Leonardo Silva que ainda teve a cara de pau de dizer que não foi, recebeu cartão amarelo na jogada. Andrezinho cobra do lado esquerdo do goleiro Vitor. Bola para um lado e goleiro para o outro e empata novamente a partida em 2 x 2. 

Ronaldinho e Seedorf

Leia mais:Atlético-MG vence Botafogo de virada e é "campeão" do primeiro turno
 
Imprimir

Bem que eu falava que no futebol, o México sempre foi uma pedra no sapato do Brasil. Mas a pergunta que todo brasileiro faz! Afinal, de quem é a culpa de perdermos a medalha de ouro outra vez? 

Brasil mais uma vez joga mal e perde de 2 x 1 na final, desta vez para o México. Sem contar com aquele erro infantil do Rafael na lateral direita do Brasil no primeiro gol do México, acho que o maior culpado é o nosso técnico Mano Menezes. 

Por que acho isso? Para começar, o Brasil não tem padrão tático, nenhuma jogada ensaiada, ninguém faz uma tabela e mesmo assim a defesa está sempre exposta. Resumindo, o time ataca mal e se defende mal também. E para mim, isso é culpa do técnico. 

Se o Neymar está mal colocado, o técnico tem que perceber isso e falar: Neymar, vem jogar do lado de cá! Neymar, volta para lá. Mas não, fica o Neymar preso naquele lado dele sem fazer nada. Nossos volantes não dão combate e ainda sobem ao ataque mesmo não sendo efetivos na frente. 

Sei que o trabalho do Mano é para renovação, mas já tem um tempo que nosso técnico da seleção está aí, convoca diversos jogadores e últimamente tem convocado quase sempre o mesmo grupo praticamente e mesmo assim não vemos uma seleção ter uma atuação convincente. Para mim, isso é culpa do técnico! 

Digo mais, essa seleção do Brasil, jogando assim não ganha nem o Campeonato Brasileiro que está muito melhor de assistir. 

Por Leonardo Calheiros. 

Neymar

Leia mais:Seleção Brasileira mais uma vez na final olímpica e o mesmo resultado...
 
Imprimir

O jogo mal começou e o Cruzeiro fez o primeiro gol. A defesa do Flu deu bobeira e Wellington Paulista recebe bola da lateral, domina com o braço e chuta de direita fazendo 1 x 0. O time do Fluminense reclamou bastante do gol, mas o árbitro Paulo Henrique Godoy Bezerra validou assim mesmo e Fred recebeu cartão amarelo, como foi o terceiro dele no campeonato, está fora da próxima partida do Fluminense contra o Sport. Só mais um comentário, eu sou a favor de retirar aquele árbitro de linha de fundo. Simplesmente não servem para nada. 

Após o gol o jogo esquenta e muitas faltas fortes passam a acontecer. O bandeirinha ainda dava impedimento em muitos lances de maneira equivocada nos ataques do Fluminense. A torcida do Cruzeiro pressionava e a arbitragem cada vez mais se complicava. 

Como o jogo era muito aberto e os dois times se lançavam muito ao ataque, os dois goleiros trabalharam muito. Dentro das quatro linhas, Fábio e Montillo se destacavam pelo lado Cruzeirense e Diego Cavalieri e Jean pelo lado do Fluminense.

Em lance pela esquerda, Ewerton do Cruzeiro invade a área tricolor e Wallace empurra por trás, seria penalti, mas o árbitro não marca. Jogadores do Cruzeiro reclamam muito mas não adiantou nada. 

No fim do primeiro tempo, falta na frente da área do Cruzeiro, em jogada ensaiada o Flu empata a partida, Thiago Neves lança para Gum no lado direito dentro da área que de cabeça joga na segunda trave, Fred completa também de cabeça para o fundo da rede. 

Confusão da arbitragem

Leia mais:Com arbitragem ruim, Cruzeiro e Fluminense empatam em 1 x 1
 
Imprimir

Graças ao adiamento da partida entre Flamengo e Atlético-MG por problemas com o gramado do Engenhão, Dorival Junior teve tempo para treinar o time. 

O torcedor flamenguista espera que ele tenha aproveitado bem esse tempo. O time que estava sem padrão de jogo e também sem comando tem que reagir o quanto antes. Afinal, o time carioca apesar de não ser um super time, tem elenco para estar melhor colocado na tabela do brasileiro e espantar de vez a crise que ronda pela Gávea. 

Além disso, o Flamengo vai enfrentar o lanterna do campeonato que se tiver as notícias confirmadas, virá completamente modificado. O técnico Hélio dos Anjos fez seis mudanças na equipe que enfrentou e foi derrotada pela Portuguesa no fim de semana passado. 

Jogadores relaciononados do Figueirense:

Wilson, Neto, Gutti, João Paulo, Anderson Conceição e Fred; Léo,Marquinhos, Jackson, Claudinei, Diogo, Deretti, Guilherme Lazaroni, Fernandes, Doriva, Roni, Caio, Julio Cesar, Loco Abreu. 

Jogadores relacionados do Flamengo: 

Felipe, Paulo Victor, Léo Moura, Ramon, González, Thiago Medeiros, Marllon, Luiz Antonio, Cáceres, Ibson, Muralha, Renato, Bottinelli, Adryan, Thomás, Camacho, Negueba, Diego Maurício e Vagner Love. 

E aí torcedor, como escalaria o time do Flamengo? 

Por Leonardo Calheiros. 

Dorival Junior

Leia mais:Após "folga" no fim de semana, Flamengo tem a chance de se recuperar diante do Figueirense
 

Pagina 5 de 8