Imprimir

Fluminense e Coritiba passaram a ter uma rivalidade a parte desde que jogaram na última rodada no campeonato brasileiro de 2009, jogo que salvou o Flu e rebaixou o Coxa Branca no ano do seu centenário. Rivalidades a parte, o jogo válido pelo brasileiro de 2012 foi bom e bastante movimentado. 

Os dois times jogaram tentando o gol, mas tinham características bem distintas. O Coritiba jogava sempre com muita velocidade e jogando quase sempre pelas pontas. Com jogadas verticais, levou perigo ao gol do Flu em diversas oportunidades. Mas em todas as bolas que foram no gol, tinha uma muralha para impedir o gol do Coxa, Diego Cavalieri mas uma vez fechou o gol do Flu. 

O Fluminense jogava de maneira mas cadenciada, principalmente por conta do seu maestro, Deco controlava as ações do meio campo do Flu. Se Deco estava bem, Thiago Neves continua sumido nesse time. No primeiro tempo o time carioca ainda reclamou de um gol anulado pelo árbitro quando Wellington Nem recebeu uma bola de dominou, na minha humilde opinião, no ombro. Mas entendo que mesmo com a camera lenta, fica difícil perceber ao certo onde bateu. Mas em outro lance que acho que a arbitragem pecou gravemente. Fred recebeu uma bola magistral de Deco em condição legal, Fred dominou a bola com carinho pronto para fuzilar o gol do Coritiba, mas a arbitragem viu impedimento na jogada. 

Fred e Rafael Bonfim

Leia mais:Fluminense vai até o Couto Pereira, vence o Coritiba por 2 x 0 e quebra tabu
 
Imprimir

Esse foi o terceiro jogo do Atlético-GO nesse campeonato brasileiro que comentei pela Rádio Energia 104.9 FM. O time do Atlético-GO joga feio na maior parte do tempo. Por isso, já imaginava que o Botafogo dificilmente faria um jogo bonito nesta partida. Só não esperava que o time carioca fosse jogar tão mal. Digo isso porque apesar da vitória, tenho certeza que o torcedor botafoguense não gostou da atuação do time. 

O Atlético-GO, por incrível que pareça, jogou melhor que o Botafogo no primeiro tempo. O placar de 1 x 0 com gol de penalti convertido pelo experiente goleiro Marcio, poderia ter sido maior se o time do Atlético-GO conseguisse marcar nas duas grandes oportunidades que teve no primeiro tempo. Em uma delas o grande goleiro do Botafogo e da Seleção Brasileira, Jeferson, saiu mal e perdeu a bola. Lance que por pouco não resultou em gol do Dragão de Goias. 

No segundo tempo o Atlético-GO continuava melhor e o Botafogo quase não chegava com perigo ao ataque. Falava na rádio que o Botafogo do jeito que estava, dificilmente marcaria se não fosse com uma bola parada. E assim foi! Seedorf foi para bola na primeira falta cobrada e bateu mal, na sequência nova falta mais próxima da área. Seedorf foi novamente para bola e bateu com muita categoria, no ângulo direito do goleiro Marcio e fez um golaço. Botafogo empatava a partida. 

Atlético-GO e Botafogo

Leia mais:Em jogo ruim, Botafogo venceu o Atlético-GO de virada por 2 x 1 com direito a golaço de Seedorf
 
Imprimir

O Quissamã foi campeão da Série B do Campeonato Carioca no sábado. A equipe venceu o Barra Mansa por 2 a 0 na última rodada da fase final e garantiu vaga na elite do futebol do Rio de Janeiro pela primeira vez.

Para o técnico da equipe Paulo Henrique, o sentimento é de dever cumprido. ”Estamos todos de parabéns. O mais importante era o acesso. Graças a Deus conseguimos. Somos uma família, unida e com muita força de vontade. Fomos buscar o título diante desta torcida maravilhosa e agora é comemorar”, disse o treinador, que foi escolhido o melhor técnico da competição.

Na oportunidade, Rubens Lopes parabenizou o time do Quissamã Futebol Clube pela excelente campanha feita até o último momento e pelo acesso à elite do Futebol Carioca. “Lembro com clareza da história deste clube. Foram quatro anos de luta: em 2008 foi campeão da série C e, a partir daí, tentou o acesso à série A nos anos 2009, 2010 e 2011. E em 2012, este grande time estabeleceu um excelente projeto e acreditou, trabalhou firme e conseguiu. Também, parabenizo o Prefeito Armando Carneiro pelo investimento no time do município. Que este chefe de município, do poder executivo, sirva de exemplo e espelho para outras cidades”, finalizou.

Quissamã é Campeão da série B do Rio

Leia mais:Quissamã é campeão da série B do Carioca de 2012 e jogará a série A do Rio de Janeiro em 2013...
 
Imprimir

Todos esperavam ver uma bela estréia do uruguaio Diego Forlan, jogador que foi escolhido como melhor da Copa do Mundo de 2010. Sabemos que ele estava parado já faz mais de 1 mês e ainda tem a adaptação ao futebol brasileiro. Porém, mesmo com tudo isso, apesar de ter feito partida razoável, mostrou que tem muito a acrescentar nesse time do Internacional. Jogador moderno, que chuta de primeira e bem com as duas pernas além de também ser muito forte na bola parada. 

Sobre o jogo, o Internacional foi levemente superior, mas a maior parte do tempo o Vasco da Gama controlou bem a partida. O maior problema é que as duas equipes se respeitaram demais e o jogo ficou previsível. 

Em certos momentos do jogo o Internacional ainda conseguia alguma triangulação, mas raramente chegava com real perigo ao gol do time vascaíno. E o Vasco sentiu muito a falta do seu principal articulador, Juninho Pernambucano. 

Apesar de previsível o jogo no primeiro tempo era bom, pois não faltou movimentação das duas equipes. Já no segundo tempo a partida caiu muito de produção. O Internacional que já não tinha mais D'alessandro que saiu machucado, também já não criava como no primeiro tempo. Jajá foi deslocado para o meio-campo para tentar armar o time colorado e Marcos Aurélio entrou no ataque mas nada fez. 

Dedé e Forlan

Leia mais:Na estréia do uruguaio Diego Forlan, Internacional e Vasco empatam em um jogo bastante truncado
 
Imprimir

O Fluminense enfrentou o Grêmio no estádio Olímpico e eu comentei o jogo pela Rádio Energia 104,9 FM. 

Foi um duelo direto pela classificação à Copa Libertadores de 2013 e também pelo título Brasileiro. Mesmo com a vitória do time do sul, a diferença atual é de 1 ponto a favor do time carioca. Veja o gol do Grêmio clicando aqui

O time de Abel Braga teve quatro desfalques. O mais importante foi o meia Deco que sentiu um desgaste muscular e sequer viajou a Porto Alegre. O Jean também vem a ser grande desfalque porque os atuais volantes reservas, Valencia e Diguinho, estão no departamento médico. Fábio Braga entrou em seu lugar e não jogou mal. Achei inclusive que Wallace já merece a posição de titular no lugar do Bruno. Já no lado esquerdo, vimos que ainda precisamos do Carlinhos, pois Thiago Carleto jogou mal. 

Porém, o que mais me surpreendeu foi a escalação do técnico do Fluminense que mesmo assistindo o primeiro tempo inteiro, não reparou que o time do Flu não tinha saída de bola, Fred só recebia chutões vindo da defesa e fazia o que podia, mas era complicado. 

Gilberto Silva e Thiago Neves

Leia mais:Fluminense perde a invencibilidade contra o Grêmio jogando no Sul
 

Pagina 6 de 8