Imprimir

Com o estádio El Campín lotado em Bogotá, o Millonarios recebeu o Palmeiras em jogo de volta pelas oitavas de final da da Copa Bridgestone Sul-Americana. Em São Paulo, o resultado foi Palmeiras 3 x 1 Millonarios podendo perder por até 1 x 0 que se classificaria para as quartas de finais. Com um time reserva, com exceção do Barcos que não quis ser poupado e pediu para jogar, o Palmeiras foi pressionado o primeiro tempo inteiro com os jogadores do Millonarios arriscando chutes ao gol e trocando passes com muita rapidez e eficiência. Enquanto o goleiro do Millonarios Luis Delgado quase não trabalhou, o goleiro do Palmeiras Bruno fez boas defesas, mas o gol colombiano saiu ao 35 minutos, com excelente passe de Cosme para Ortiz que de frente para o gol soltou uma bomba no gol do Palmeiras: Millonarios 1 x 0. Na sequência, falta na entrada da área para o Palmeiras cobrar, Daniel Carvalho fora de forma isola. A primeira chance real do Palmeiras saiu justamente dos pés Thiago Real que girou e chutou para o gol, mas a bola passou por cima do travessão. Após o gol adversário, o Palmeiras surgiu no jogo e começou a chutar ao gol mais não arrumou nada. 

Millonarios e torcida juntos - Foto: Site Oficial

Na segunda etapa, entra Luan no lugar Mazinho e o Palmeiras volta melhor mas foi em ataque do Millonarios que Leandro Amaro derrubou Ortiz dentro da área em ''falta de letra'' pênalti para o Millonarios, que Rentería cobra no meio do gol marcando 2 x 0 contra o Palmeiras, resultado que já classificaria o Millonarios. Com o gol, o time Colombiano procura se defender porém o Palmeiras não consegue criar, apenas com Barcos que chuta forte para defesa de Delgado. O terceiro gol do Millonarios saiu aos 31 minutos pelo lado direito com chute forte de Ochoa para dentro da rede. Aos 38 minutos, o coro é de ''Olé'' no estádio. Betinho que entrou no lugar de Patrik é expulso logo após receber dois cartões amarelos em apenas seis minutos de jogo. Aos 44, ainda teve uma bola na trave do Reintería. Fim da partida Millonarios 3 x 0 Palmeiras, com o placar o time que jogou em casa se classifica. O resultado apresentado em campo só confirma que Barcos e Marcos Assunção levam o time nas costas, um na finalização sozinho e o outro de bola parada.

Com uma defesa péssima, principalmente sem Henrique, o Palmeiras passou longe de parar a rapidez do time Colombiano que atacou do iníciou ao fim, pelo contrário se apresentou pouco entrosado e nervoso dentro de campo errando muito e criando pouco. 

Por Monique Barreto.