Imprimir

Um dia que ficará marcado na mente de todos os Palestrinos que se deslocaram até Volta Redonda-RJ. O Palmeiras entrou em campo todo desfalcado e sem uma de suas principais peças, o batedor de faltas Marcos Assunção. Porém ao contrário de vários outros jogos, mostrou muita garra e determinação, sendo apoiado o tempo todo por sua torcida presente. Há exatamente dez anos em 2002, o Palmeiras caiu pela primeira vez, e em 2012 a história se repetiu, tendo como pivô várias derrotas ao longo do campeonato, que no início era até justificado pela competição da Copa do Brasil, que deu na sequência o título nacional. A verdade é, que o time não conseguiu se recuperar, perdeu para times grandes e pequenos, perdeu sem parar. 

E a diretoria não se preocupou em contratar grandes jogadores para tirar o Palmeiras dessa situação, tirou sim o comandante Felipão e pouco adiantou, continuou perdendo. Um clube que praticamente não investe nos jogadores de base, e mantém contrato com alguns que pouco fazem pelo time. Com exceção de Henrique, o clube tem uma péssima defesa e um ataque que não tem qualidade para finalizar, tirando o Argentino Hernán Barcos que saiu do campo aplaudido pelos torcedores mesmo após o empate.

Torcida do Palmeiras se desespera

Na partida, teve ainda o gol '' feito'' de Maikon Leite que ficou cara a cara com Paulo Victor e chutou para fora, o mesmo goleiro teve parcela de culpa no chute forte de Vínicius, ao tentar a defesa empurrando a bola para fora, jogou ela dentro do próprio gol; Flamengo 0 x 1 Palmeiras. O atacante, entrou no lugar de Tiago Real que estava fazendo uma boa partida, irritando a princípio a torcida, mas foi dele o único gol alviverde, dando muita esperança ao time que precisava apenas contar com uma sequência de derrotas dos outros times que estavam na degola. Foi quando aos 43 do segundo tempo, Vagner Love recebeu e chutou para o gol, a bola teve desvio do zagueiro Román que tentou afastar, atrapalhando o goleiro Bruno; Palmeiras 1 x 1 Flamengo. O Artilheiro do Amor que já defendeu o Palmeiras e já estava oito jogos sem marcar não comemorou o gol, conforme havia prometido, a torcida rubro-negra que compareceu em grande número, comemorou bastante devido a grande rivalidade com o clube paulista. Para os palmeirenses já era tarde e para piorar os times que precisavam perder como: Sport e Bahia ganharam e o Portuguesa apenas empatou. E não teve jeito o Palmeiras foi rebaixado na 36ª rodada do Brasileiro, faltando ainda duas rodadas para o fim do Campeonato. 

Por Monique Barreto.